A lâmpada ideal para cada ambiente

Escolha da lâmpada certa:

A escolha da lâmpada depende muito do ambiente e das atividades que serão realizadas nele, no entanto, o tipo escolhido pode fazer diferença na iluminação e também ajudar na decoração tanto na área interna, quanto externa da casa. O ideal é deixar o ambiente aconchegante e com baixo consumo de energia.

As lâmpadas mais usadas hoje nas residências são as incandescentes e incandescentes halógenas (com o formato clássico, geralmente são brancas, intensa e brilhante), fluorescentes compactas, que são mais modernas, e as tubulares, que têm o consumo de energia 80% menor que as incandescentes e a tonalidade de cor variam entre amareladas e branca. No entanto, novas no mercado, as lâmpadas LED duram cerca de 50 vezes mais e são muito mais efetivas. Quanto maior a eficiência da lâmpada, menor o gasto de energia.

A lâmpada LED pode ser usada em todos os ambientes, pois é eficiente e econômica, já a incandescente é a menos eficiente, logo o gasto de energia é maior.

 

Como iluminar bem os ambientes internos e externos da sua casa:

O ideal é dividir o tipo de iluminação e fazer com que ela seja funcional, como para lavanderia, cozinha e banheiros, locais onde a decoração pode ficar por conta de luminárias e não por lâmpadas principais, já para a sala e lugares mais aconchegantes existe a opção de acender parte ou todas as lâmpadas, o que possibilita uma iluminação mais agradável para uma ocasião especial.

- Áreas internas

Para cozinha, áreas de serviço e banheiro o ideal é usar lâmpadas fluorescentes.   Nos outros ambientes, como quartos e sala, as incandescentes halógenas são boas, mas não são resistentes, então o ideal é ter um gasto maior de compra com as lâmpadas LED que são mais eficazes.

Nos ambientes mais aconchegantes como a sala e o quarto, o ideal é ter uma iluminação indireta, com o uso de sancas ou de diversos focos de luz, que direcionam a iluminação do teto para paredes e, por reflexo, fazem uma iluminação mais uniforme para realizar várias atividades e para complementar use abajur e luminárias.

Alguns ambientes necessitam de uma aparência mais natural na iluminação, como a sala de ginástica, para isso as mais indicadas são lâmpadas fluorescentes com aparência fria e luminárias resistentes, pois propiciam uma luz viva para o local.

- Áreas externas

A garagem pode ser iluminada também com lâmpadas fluorescentes. Para a piscina, o mais seguro são os nichos secos que por meio de fibras levam luz ao seu contorno. Nas quadras e áreas esportivas, o indicado são as lâmpadas de vapor metálico. Essas lâmpadas são aplicadas em projetores e oferecem grandes pacotes de luz com alta intensidade, possuem alta eficiência e uma boa reprodução de cores.

As luminárias com lâmpadas LED e fluorescentes também pode ser usadas como decoração na entrada da casa e em jardins, as duas são eficientes e têm variados tons de branco.

 

Como economizar energia: 

A luz natural é a melhor opção para atender a economia do consumo de energia com bem estar e conforto, além da preservação do meio ambiente. Então, sempre que possível, o ideal é não acender as luzes durante o dia, principalmente nas áreas externas e ter um ambiente mais arejado e com entrada de sol.

Para as áreas externas o ideal é distribuir a iluminação por igual. A iluminação nessas áreas deve ser distribuída para minimizar a penumbra e áreas escuras, é preciso atentar para o custo enérgico, nesse caso são ideais lâmpadas de menor consumo.

Procure sempre usar lâmpadas mais resistentes. Hoje, com a tecnologia dos leds, podemos ter lâmpadas com grande durabilidade e baixo consumo, o custo ainda é alto, mas a tendência aponta para valores cada vez mais acessíveis.

 

via BBel



Compartilhar: